Saiba tudo sobre o passeio ao maior cajueiro do mundo

Saiba tudo sobre o passeio ao maior cajueiro do mundo

Acredite ou não: existe um cajueiro que é atração turística no Rio Grande do Norte. Mas não é qualquer pézinho de caju, não. A árvore produz uma média de 80 mil cajus por safra, tem o tamanho equivalente a 70 cajueiros comuns e tem mais de 100 anos de vida. Ela cresceu no terreno de um pescador e se desenvolveu de forma surpreendente, chegando a 8,5 quilômetros quadrados com a sua copa. Se você está buscando turismo ecológico, você não pode descartar a opção do passeio ao maior cajueiro do mundo!

O cajueiro se tornou um dos principais pontos turísticos para os visitantes de Natal desde que foi registrado no Guinness Book em 1994. Ela cresceu exponencialmente devido a duas anomalias genéticas. Aí fica a pergunta: Qual a chance de um simples cajueiro ser contemplado com logo duas falha genéticas?

Não é para menos que a árvore cultivada do pescador Luís Inácio de Oliveira tem atraído olhares curiosos de gente do mundo todo.

Faça um passeio ao maior cajueiro do mundo

O passeio ao maior cajueiro do mundo virou atração turística internacional e não é pra menos: pra você conhecer essa obra maravilhosa da natureza, é preciso entrar dentro da árvore. Entre as raízes e os galhos do cajueiro foram construídas plataformas para os visitantes transitarem e explorarem suas dimensões.

Para visitar essa gigante maravilha natural, você deve pagar uma taxa de R$8,00 que é destinada aos cuidados especiais do cajueiro e para a manutenção do ponto turístico.

Temporada do Caju

Se você quer fazer o passeio ao maior cajueiro do mundo na época de frutos, vá entre Novembro e Janeiro. Nessa temporada, o ideal é chegar bem cedo no passeio para poder saborear os frutos direto do pé.

É um verdadeiro espetáculo da natureza!

Conservação do cajueiro

A poda do cajueiro vem causando polêmica há alguns anos entre os moradores da região. Muitos deles não são a favor dos cortes com medo de um desenvolvimento maior ainda.

Mas a maior preocupação é com os galhos que começaram a invadir a Rota do Sol, uma via construída para otimizar o acesso às praia do Sul de Natal/RN. Pensando neste desconforto, o governo de Rio Grande do Norte implantou um caramanchão que suspende os galhos e impede que eles invadam a avenida.

Concorrência pelo posto

Até o maior cajueiro do mundo é passível de concorrência. O Cajueiro Rei, localizado no Piauí, também se desenvolveu de forma anormal e tem causado rebuliço desde 2015.

Embora o Guinness Book tenha registrado o cajueiro de Natal como o maior cajueiro do mundo, o cajueiro do Piauí ganha por uma diferença mínima de 300 m².

Ainda assim, os especialistas comprovaram que essas duas árvores exuberantes são da mesma espécie. Ou seja, são primas ou até mesmo irmãs.

É claro que a competição se trata de interesses humanos e os dois belos cajueiros não estão preocupados com quem é maior que quem. Elas só querem nos contemplar com sua abundância anual de cajus deliciosos.

Como chegar no maior cajueiro do mundo

Para fazer o passeio ao maior cajueiro do mundo, você deve saber que ele fica localizado na Praia de Pirangi, no litoral Sul de Natal/RN.

Do bairro Ponta Negra de Natal, o ônibus Tabatinga/Pirangi deixa o passageiro na entrada do cajueiro.

Onde ficar em Pirangi

Se você quer planejar o passeio ao maior cajueiro do mundo, conte com a rede hoteleira Aram Hotéis, com opções excelentes de hospedagem.

Oferecemos 3 opções para todos os gostos, bolsos e preferências.

A unidade Aram Ponta Negra oferece um acesso facilitado para você realizar com passeio ao maior cajueiro do mundo com mais tranquilidade e comodidade.

Já as unidades Aram Imirá Plaza e Aram Natal Mar contam com uma experiência completa e o máximo conforto para as suas férias em Natal à beira mar, além de reservas “Day Use” para você aproveitar com a família um único dia de toda a estrutura do hotel.